Estamos vivendo em uma época atípica, ou seja, estamos em meio a uma pandemia causada por um inimigo, o Covid-19. Esse inimigo está causando pânico e temor por onde passa.

Quem mais sofre com esse vírus, ou com esse inimigo mundial, são os nossos amados idosos. Por isso, todo cuidado com eles é pouco.

Vamos te mostrar a seguir, alguns cuidados simples que podemos ter com os idosos diante do Covid-19. E se você é um idoso, veja como se proteger dessa doença que está matando.

O vírus Covid-19

Diariamente, somos bombardeados por notícias sobre o vírus que está fazendo mortos por todo o mundo. Por isso, muitos estão em pânico, sem saber no que acreditar.

Vamos entender melhor o que é este vírus e como ele age para daí então, descobrir como ajudar e proteger os nossos idosos.

Esse novo vírus chamado Covid-19 ou o coronavírus é parecido com uma gripe comum. Porém, a diferença é que ele causa problemas respiratórios, ou infecções respiratórias, pois, se aloja no pulmão, causando pneumonia e outros agravantes.

Um novo agente do Covid-19 foi descoberto em 31/12/2019 na China, e desde então, tem causado mortes pelo mundo todo. Hoje, o seu pico está na Espanha e Itália. Recentemente ele chegou ao Brasil e já causou mais de 200 mortes aqui no país.

O coronavírus está atingindo principalmente pessoas com mais de 60 anos, e que tenham problemas de saúde crônico. Por esse motivo, precisamos redobrar os cuidados com eles.  

Pensando nisso, o Governo tem dado orientações específicas para essa classe de pessoas. Se você está entre esses, ou tem algum idoso em casa, conheça a seguir, os principais sintomas da doença e aprenda como se proteger.

Quais os sintomas do Covid-19?

Como já dito, o vírus causa alguns sintomas parecidos com o da gripe, mas, existem algumas diferenças entre as duas doenças.

Os principais sintomas do Covid-19 são:  

  •       Febre.
  •       Tosse.
  •       Dificuldade para respirar.

É importante saber que o período de incubação do vírus, que é o tempo que leva para os primeiros sintomas aparecerem desde a sua infecção por coronavírus, é de 2 a 14 dias.

E é nesse período que a doença é transmitida. A boa notícia, é que entre 80% e 85% dos casos o vírus atinge a pessoa de forma leve, e apenas, 15% dos infectados precisam ser internados.

A maioria desses 15% são idosos com problemas crônicos de saúde. Esse é mais uma razão para que tomemos mais cuidados com eles, e para isso, precisamos descobrir como o Covid-19 é transmitido.

Como o Covid-19 é transmitido?

O Covid-19 ainda está sendo investigado e ainda não se sabe com exatidão como ele é transmitido. O que foi descoberto até agora, é que existe a contaminação por gotículas respiratória ou por contato.

Ou seja, qualquer um que ficar próximo 1m de alguém infectado, está correndo um grande risco de também ser infectado. Com que rapidez esse vírus é transmitido, ainda não sabemos.

Sabemos apenas, que as principais formas de contágio divulgadas são:

  •       Tosse;
  •       Espirro;
  •       Gotículas de saliva;
  •       Catarro;
  •       Contato pessoal próximo (aperto de mão e toque);
  •       Contato com objetos contaminados, e depois o contato com o nariz, boca e com os olhos.

Agora que sabemos como o Covid-19 funciona, como cuidar dos nossos idosos?

Como cuidar dos idosos diante do Covid-19?

O Covid-19 é um inimigo invisível, por isso, todos nós precisamos nos cuidar para evitar exposição desnecessária ao coronavírus. É claro, que não vamos saber exatamente onde ele vai estar, mas alguns cuidados podem ser tomados.

E esses cuidados devem ser redobrados para os idosos. Isso mesmo, eles estão na zona de risco e por esse motivo precisam de atenção especial.

Alguns cuidados já foram tomados para a população em geral. Por exemplo, em algumas cidades do Brasil, o comércio foi fechado, grandes eventos e shows foram cancelados e até mesmo eventos religiosos estão proibidos.

Mas, o que podemos fazer pelos idoso?

Evitar contato Social

De acordo com a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia – SBGG, pessoas com mais de 60 anos, com problemas cardíacos, respiratórios, problemas renais e neurológicos e também os idosos com mais de 80 anos, devem evitar contato social.

Ou seja, devem evitar festas, eventos, grandes aglomerações. Outra recomendação, é evitar contato com pessoas que viajaram recentemente.

Ter etiqueta respiratória

 

A etiqueta respiratória é tudo aquilo que envolve a higienização, que estamos tendo que nos adaptar diariamente. Elas devem ser aplicadas principalmente pelos idosos.

As principais ações da etiqueta são:

  •       Evitar apertos de mão, abraços e beijos quando cumprimentar as pessoas;
  •       Higienizar com frequência as mãos usando água e sabão ou álcool em gel (70%);
  •         Se precisar tossir ou espirrar, é necessário cobrir o nariz e a boca com o cotovelo ou com um lenço descartável, que deve ser jogado fora em seguida;
  •       Evitar tocar os olhos, o nariz e a boca.

Idosos nas casas de repouso

O que fazer com os idosos nas casas de repouso? Para combater o Covid-19 nesses casos, algumas recomendações básicas são dadas:

  •       Reduzir o número de visitas;
  •       Reduzir o número de atividades em grupos;
  •       Adotar medidas extremas de cuidado com a higiene dos idosos.

Idosos que convivem com cuidadores

Caso o idoso conviva com cuidadores, esse devem ficar atentos a sua própria saúde. Se um cuidador apresentar sintomas de gripe, fique em casa. Deixe de ter contato imediatamente com o idoso.  

Caso queira ler o artigo Cuidados com a saúde do idoso, clique aqui.

Idosos com sintomas suspeitos

Se você é idoso e apresentar sintomas suspeitos, não vá diretamente a um pronto-socorro. Evite ao máximo exposição desnecessária, principalmente nesses locais de saúde.

Procure os hospitais apenas se apresentar os seguintes sintomas:

  •       Tosse seca;
  •       Falta de ar;
  •       Febre;
  •       Confusão mental;
  •       E cansaço excessivo.

Muitos, estão indo aos hospitais com medo do Covid-19, e acabam sendo infectados nos próprios hospitais. Alguns chegam com saúde, e acabam com a doença.

Por isso, fique atento aos sintomas do seu corpo.

Temos que ter em mente que isso vai passar. Enquanto isso não acaba, vamos cuidar para que os nosso idosos saiam ilesos ao Covid-19.